Buscar
  • kellen546

O QUANTO A GENÉTICA AFETA O NOSSO DESEMPENHO ESPORTIVO?



É comum associar o sucesso de um atleta esportivo reconhecido à genética da sua família em casos nos quais ele tem parentesco com outros célebres esportistas.


Bernardinho e Bruno, na seleção de vôlei, por exemplo. No entanto, até onde a genética influencia no desempenho do atleta?


O professor da USP, Guilherme Giannini Artioli, busca essa resposta tendo como linha de pesquisa a relevância de variantes genéticas na saúde e no desempenho esportivo.


Está comprovado cientificamente que existem mutações, conhecidas como polimorfismos, nos códigos genéticos humanos que exercem influência no desempenho esportivo de um atleta de alto rendimento.


Porém, é importante frisar que a herança genética tem relação apenas com atributos físicos que o atleta possua e que possam ajudá-lo a ter um sucesso em determinado esporte.


Por isso, este tipo de herança exerce uma maior influência em esportistas que dependam mais de sua capacidade física do que sua capacidade técnica ou habilidade motora. Um maratonista, por exemplo, pode ser privilegiado dentro do seu esporte caso tenha um polimorfismo que o ajude a gastar menos energia do que o normal.


O sucesso no esporte de alto rendimento, no entanto, depende de muito mais do que isso. “Não adianta ter um Messi na Islândia ou um ginasta habilidoso que seja alto”, ou seja, o contexto em que o atleta se desenvolve é tão importante quanto seus atributos físicos.


Ao focar na influência dos genes na saúde de uma pessoa comum, Guilherme cita uma pesquisa feita com gêmeos que foram submetidos a dietas alimentares iguais.


Segundo os resultados, as respostas às dietas entre os gêmeos foram muito semelhantes. “Temos, a partir disto, como bem estabelecido que a capacidade de responder a um estímulo de emagrecimento, por exemplo, tem um forte componente genético.” O estudo traz que o coeficiente de herdabilidade, em outras palavras, a porcentagem que mede a influência da genética nesses casos- variaria de 60% a 80%.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo