Buscar
  • kellen546

O INVERNO CHEGOU! E O QUE ELE MUDA NA SUA HIDRATAÇÃO?


O inverno começou ontem e um cuidado muito importante às vezes é deixado de lado: a hidratação.


Durante o inverno, ouvimos muito que os atletas tendem a não beber tanta água em comparação com os meses de verão, e geralmente é devido à percepção de que não suamos tanto quando está mais frio.


Essa teoria pode ser verdadeira algumas vezes, no entanto, muitos outros fatores entram em jogo para determinar a quantidade de líquido que você precisa. Por exemplo, o ar do inverno é frio e seco, o que, por sua vez, aumenta a sede - um sinal de desidratação.


Uma perda de 2% no conteúdo de líquido corporal pode causar desidratação, levando a uma diminuição no desempenho atlético.


"Mas sinto que suo menos no inverno!"


Sim, no inverno pode parecer que você não está suando tanto. Além do ar seco que afeta seu estado de hidratação, a regulação da temperatura interna do corpo (termorregulação) tem dificuldade de se ajustar às mudanças drásticas.


O ar frio faz com que seu corpo tente reservar calor e manter o equilíbrio de fluidos, diminuindo a liberação de calor (através do suor). Mas o que frequentemente esquecemos é que os corredores tendem a adicionar camadas sobre camadas de roupas para ajudar a manter o corpo aquecido.


Esse aumento de camadas fará com que a temperatura da pele aumente, o que pode fazer com que o calor precise ser liberado (através do suor). Então, em alguns casos, podemos realmente suar mais devido às camadas a mais de roupa.


E como podemos equilibrar o clima frio e a temperatura corporal?


🔹Elimine uma (ou algumas) camada(s) após o aquecimento

🔹Manter as áreas principais cobertas e aquecidas: seus pés, suas orelhas e suas mãos.


O último fator a se levar em consideração são os altos níveis de umidade no período da manhã.


A combinação de ar frio e seco e mais umidade no ar aumentará a ocorrência de desidratação. Saber quanto beber é tão importante quanto entrar em seu treino adequadamente hidratado!


Preste atenção aos sinais e sintomas de desidratação e estoques inadequados de água. Dores de cabeça pós-corrida, cãibras musculares e fadiga são sinais de que seu corpo precisa de água e eletrólitos!


Se você busca uma clínica de fisioterapia e reabilitação física que você vai se recuperar de verdade de uma dor ou lesão que te incomoda por tempos, você precisa conhecer a Ultra!


Estamos presentes na Vila Olímpia/Moema e nos Jardins.


Não deixe a dor te limitar mais! Venha ser Ultra!

4 visualizações0 comentário