Buscar
  • kellen546

Já ouviu falar em overtraining? Saiba como identificar e se recuperar de um



O overtraining é muito mais do que um cansaço excessivo!


O excesso de treinamento sem um período de descanso adequado fatalmente vai te levar ao esgotamento do organismo, resultando em alterações hormonais, imunológicas e neurológicas, por exemplo.


Mas como avaliar se você está exagerando ou não? Existe um limite definido para o quanto você pode treinar sem comprometer sua saúde?


É sempre muito bom mudar os hábitos, praticar exercícios e alcançar metas pessoais, não é verdade? Mas tudo isso deve ser feito de forma controlada, saudável: o excesso de treinamento – ou overtraining - traz riscos a sua saúde!


E isso não é exclusividade de praticantes de exercícios de longa duração não, viu? Pessoas sedentárias que estão iniciando a prática de atividade física, muitas vezes na ânsia de ter resultados mais rápidos, acabam treinando de forma exagerada, porém seus corpos ainda precisam de melhor condicionamento físico.


Esse exagero pode provocar desidratação, inflamação e fadiga muscular por falta de glicose nos músculos, e esse é o momento em que o corpo chega à exaustão devido à hipoglicemia.


O que fazer, então, para evitar esse estado? Variar o treino é a chave! Você pode intercalar treinos de longa distância com treinos intervalados, de força, equilíbrio e flexibilidade.


No entanto, se você já está notando alterações de sono e de humor, lesões e dores musculares mais frequentes, fadiga e queda na imunidade, ou seja, se você adoece mais facilmente, pode ser que seja a hora de desacelerar nos treinos.


Em casos mais intensos, é recomendada uma redução drástica do treino ou até mesmo a interrupção das atividades físicas e competições.


Busque ajuda de um profissional para realizar exames e fazer um diagnóstico mais preciso, assim você poderá voltar a sua melhor performance com segurança e saúde.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo