Buscar
  • kellen546

DIA DO ATLETA OLÍMPICO



O dia mundial do atleta olímpico nos remete a alguns momentos inesquecíveis que tivemos durante as olimpíadas passadas e por isso separamos algumas das medalhas mais icônicas que o Brasil ganhou.


Qual a sua favorita? Com certeza deixamos algum momento inesquecível de fora, mas você pode deixar aqui nos comentários qual a sua medalha inesquecível.


VANDERLEI CORDEIRO DE LIMA

A carreira de Vanderlei Cordeiro de Lima tomou outro rumo após o bronze conquistado nos Jogos Olímpicos Atenas 2004.


O ato heroico de continuar na prova, mesmo tendo sido agredido durante a prova, e a demonstração de espírito olímpico o levaram a ser homenageado pelo COI com a medalha Pierre de Coubertin. Somente seis atletas na história dos Jogos Olímpicos foram agraciados com essa medalha.


ADHEMAR FERREIRA DA SILVA

O nosso primeiro bicampeão olímpico foi o nosso querido Adhemar Ferreira da Silva. Conquistou medalhas de ouro no salto triplo nas Olimpíadas de Helsinque em 1952 - superando o recorde mundial - e nas Olimpíadas de Melbourne em 1956.


GERAÇÃO DE PRATA

Geração de Prata é como ficou conhecida a Seleção Brasileira de Voleibol Masculino da década de 80, e que deu ao Brasil sua primeira medalha olímpica neste esporte.


Esses resultados, aliados a investimentos de marketing e formação de base, melhoraram sensivelmente o nível do voleibol nacional.


Outro marco importante desta geração foi o chamado O Grande Desafio de Vôlei – Brasil X URSS, que pode ser considerada um evento histórico no voleibol nacional, pois mudou os rumos do voleibol brasileiro.


VOLEI DE PRAIA 1996

A decisão em Atlanta, na primeira participação do vôlei de praia no programa olímpico, foi vencida por Jackie/Sandra por 2 sets a 0 (12/11, 12/6), e a conquista da dobradinha brasileira abriu portas para a modalidade, que se firmou como uma das mais vencedoras.


Desde Atlanta, o país sempre trouxe ao menos uma medalha em cada edição dos Jogos. São 13 atualmente, sendo três de ouro, sete de prata e três de bronze. Nenhum outro país possui mais.


ROBERT SCHEIDT

Falar em medalha olímpica e não falar dele é impossível.

Ao lado do também velejador Torben Grael, Robert Scheidt é o maior medalhista olímpico brasileiro de todos os tempos: são cinco medalhas, sendo dois ouros, duas pratas e um bronze.


No RIo 2016, faltou pouco para a coleção de Scheidt aumentar: foi o quarto na classe Laser.



0 visualização0 comentário