Buscar
  • kellen546

A PÍLULA MÁGICA DO DESEMPENHO

Atualizado: 18 de jan.





Já ouviu falar em treino polarizado?


Antes de explicar, vou para a conclusão.


Não, não é o grande segredo que não te contaram sobre treinamento.


Para quem não tem muito tempo, não treina diariamente ou está iniciando não vejo como a melhor opção.


Mas o que é isso?

É a característica de distribuição dos treinos ao longo das semanas.


Sabe aquelas zonas de treino?

Zona 1, 2, 3, 4 e 5 - alguns lugares dividem até 7 ou 9 zonas. Elas representam os domínios de intensidade do esforço.


Uma distribuição polarizada significa 70% dos treinos em zonas leves, 10% em zonas moderadas e 20% em zonas intensas.


Temos também a distribuição piramidal, com 70% leve, 20% moderado e 10% intenso.


Corredores e ciclistas de alto rendimento apresentam essa característica de distribuição.


Lições dos estudos sobre treino polarizado para a prática.


1 - faça os seus treinos fortes realmente fortes e os fracos realmente fracos.


A maioria tende a manter a zona de conforto dentro dos limites superiores e inferiores do moderado.


Treino leve e rodado é chato, ai vc faz mais forte.


Treino forte é difícil e desconfortável, ai vc faz mais fraco.


Cuidado!

A zona entre limiares é onde temos o maior estresse e a menor adaptação, o menor custo- benefício. São importantes em momentos específicos da preparação, em treinos ritmados para a prova.


Se não consegue melhorar o desempenho, pode ser que esteja treinando sempre na zona moderada. Pequenos ajustes na intensidade podem render grandes benefícios.


2- treinos de baixa intensidade e grande volume são importantes!! Promovem muitas adaptações relacionadas a economia do movimento.

Segure a ansiedade, trabalhe a mente e faça aquele longo em Z2!!


3 - treinos de alta intensidade de 2 a 3 vezes na semana. Promovem adaptação cardiovasculares e neuromusculares importantes.

Essa é a hora de mostrar que não veio ao mundo para brincadeira..rs...


6 visualizações0 comentário